Posts

Sábado, 19 de Julho de 2008

Comportamento


O temperamento varia conforme a ninhada e a socialização. Os gatos de pêlo curto tendem a ser mais magros e activos, enquanto os gatos de pêlo comprido tendem a ser mais pesados e menos activos. Entretanto, a maioria dos gatos partilham um mesmo comportamento: são extremamente curiosos, tanto que existe um dito popular que diz "A curiosidade matou o gato".

Ao contrário do que se pode supor, o gato, no estado selvagem é um animal muito social, que chega a estabelecer colônias mais ou menos hierarquizadas É um animal caçador por natureza. Mesmo domesticados, os machos tendem as marcar o seu território com urina.

Gatos podem sofrer doenças psicológicos, tal como o estresse. Assim como um ser humano estressado, ele tende a ter um comportamento neurótico.

Copulam quando a fêmea entra no cio. Este pode ocorreu várias vezes ao longo de um ano e dura aproximadamente uma semana. O macho procura cercar a fêmea, que tenta resistir ao máximo à cópula. Se o macho é hábil, ele conseguirá mordê-la na parte posterior do pescoço, imobilizando-a. Até conseguir isso, é comum que os dois soltem miados altos, diferentes do que estão acostumados a dar. A penetração é dolorosa. Na cópula, a fêmea começa o processo de ovulação: elas têm sensores nervosos, que com tal dor ativam o processo, de modo que os óvulos não são perdidos.

Sua velhice não é gradual, como a humana, sendo abrupta. Dura aproximadamente um ano e finda com a morte. É possível que o gato perca tenha doenças da velhice, como catarata e perda de olfato. Nesta fase, ele geralmente dorme durante todo o dia, mostrando extremo cansaço.

Um comportamento que se apresenta no gato domesticado é atravessar avenidas e ruas. Muitos gatos não medem o perigo aos cruzar vias públicas em que veículos andam. Geralmente, não olham para os lados e atravessam sem temores. Por certas vezes, nada ocorre; entretanto, em outras, os felinos são atropelados e, em alguns casos, acabam falecendo.

As gatas apresentam um caráter ou temperamento variável: podem simular ignorar seu dono, dar atenção a ele, ronronar ou fugir sem razão aparente. A comportamento dos gatos depende de cada gato, do momento do dia e até das condições climáticas. Enquanto um felino pode ser muito sociável, o outro pode ser completamente arisco. Alguns gatos ficam agitados e aversos aos contato com humanos à noite. Ainda é possível observar que alguns desses animais ficam agitados quando uma tempestade está por vir. Por isso, é possível dizer que na maioria das vezes o temperamento de um gato é imprevisível.

publicado por Bruno Moreira às 17:52